« Home | A Dieta Rochemback, um blogue com linguagem gestua... » | Domingo de vómitos (amén) » | Vamos ao que interessa e estejam bem » | A Albânia. Uma espécie de Vitória de Setúbal com m... » | Primeira e separada libertação » | Grande jogo, jovem! » | Diga 33 » | História abreviada de Bruno Alves » | Antes do confronto com aqueles vizinhos da Islândi... » | 37 »

Coisas que, se pensarmos bem, são um bocadinho mais importantes do que o facto de a abstenção nos Açores ter sido ligeiramente superior a 50%



Este jogo preocupa-me. Já lá vai o tempo em que o Porto eliminou estes soviéticos na falecida mas honrada Taça das Taças.
Eu gostava da Taça das Taças, havia as Taças e havia, depois, a Taça das Taças, para mim isso queria dizer que era a melhor Taça de Todas: se não, não lhe chamavam assim.
Ainda por cima o meu Pai dizia-me que a tínhamos ganho uma vez, ao MTK. Por falar nisso, que será feito do MTK? Na altura, a Hungria tinha equipas boas, o Vasas de Budapeste era fodido, também, e o Honved, valha-me Deus, isto para só falar de equipas que nos eliminaram por esse tempo fora, o Ferencvaros acho que não nos eliminou, mas não sei, desses não me lembro. Enfim, o Sporting até já foi, uma vez, eliminado pelo Karl Zeiss Jena, eu era puto mas lembro-me, até porque era dado às lentes, embora nada disso seja comparável à "chapa seis" que o Porto levou no AEK, ou aos sete que o Benfica mamou em Vigo.
Siga a marinha. Vinte e quatro ou vinte e cinco anos depois, o Shakhtar (WAXTAP em cirílico, pelos vistos) tem agora muito menos jogadores cujos nomes terminem em "ov", "enko", "uk" e, mesmo, "villi" ou "adze" (que é para os georgianos que eventualmente lá jogassem na altura, embora eu continue a pensar que não havia lá disso, nos idos de 1983-84, porque os georgianos estavam quase todos no Dinamo de Tblilissi - ou de Tiblissi, para o Gabriel Alves).
Agora uma pessoa vê os tipos - no ano passado - contra o Benfica e, evidentemente, liga pouco. Nem lhe passa pela cabeça ligar a uma equipa chamada Waxtap, ainda por cima a jogar com o Benfica. Valha-me Deus: eu já fui ver um Santa Clara - Estrela da Amadora, mas enquanto me lembrar... Quando, por que carga de água, é que a gente pensa que nos vai calhar alguma vez uma equipa com esse nome? Waxtap? Nunca! Pois, mas já está e é para breve. E depois começamos a lembrar-nos dos gajos melhor, daquele contra-ataque venenoso na Luz, e começamos a pensar "e se os waxtapianos nos fazem o mesmo que fizeram aos lampiões?".
Eu bem sei que foi na Luz, fora de casa deles, mas eu sei lá se eles não nos enfiam um "pinhão" na casa deles também? Um soviético é do caraças, às vezes.
Reparem: eles iam empandeirando o Barcelona e nós, com o Barcelona, tanto podíamos ter empatado (se tivéssemos uma mija daquelas redentoras, daquelas que parece que a bexiga é um "jerrican" de 8 litros com paredes de grande compliance) como podíamos ter levado cinco ou seis (se as coisas se tivessem passado de maneira mais normal). Ora eles, o Waxtap, bem sei que foi em casa - e lá está, eles jogam melhor fora, apesar de tudo -, andaram ali a pôr o Barcelona em sentido muito tempo.
Eu não tenho grande fé neste jogo, que me desculpem os meus amigos sportinguistas. Não tenho.
Fui ver os nomes dos gajos, saltei os que são ilegíveis por analfabetos funcionais como eu e vi, lá, além do Rat (romeno e competente, muito rápido, abana o Veloso ou o nosso patrono Rochemback, ou ambos ao mesmo tempo, mas isto, palavra de honra, é abaná-los quer à ida quer à vinda) e do Srna (croata e competente; e sabidolas, atenção, já vira frangos há mais de dezoito meses, atenção, admira-me o Benfica não o ter ido buscar), o Ilsinho, o Brandão (que é aquela espécie de Adebayor em piorado, mas que faz o Yannick parecer o Mido, em pequenino), o Fernandinho (que tem um excelente nome para a bola), o Jadson (que tem uns pés excelentes, pelo menos calçados de chuteiras, isto porque me lembrei agora que há pessoas com relativa habilidade para a bola mas que possuem pés perfeitamente destroçados e relativamente pequenos - basta irem ali ver e lembrarem-se de ir medir um livro qualquer, dos que têm na estante, um dos da Editora Livros do Brasil, para perceberem ao que me refiro) e, ainda por cima, o alternativo Luiz Adriano. Chamei-lhe alternativo porque o confundo sempre com o Luís Fabiano, embora me pareça que este (o Fabiano) é menos fenomenal e mais ridículo (boxeia à "sapatada" sempre que apanha um uruguaio com cara de mau).
Meus amigos: com o Dunga, qualquer destes individuos é candidato a jogar pela selecção do Brasil. Isto é obra. Mesmo o Srna e o Rat? Sim, mesmo esses. Com o Dunga? Mesmo esses. Até o Piatov.
Vamos mas é ter muito cuidado com isto. Não se ponham aí a pensar que lá porque apanhámos o Dinamo de Kiev por alturas da sesta deles, no ano passado, e lá porque estes tipos do Waxtap vão atrás deles, este ano, no campeonato soviético (eu, em matérias de campeonatos, da Alemanha para lá é tudo soviético, excepto a Polónia: gosto muito do Lech Poznan, não sei explicar isto, são mineiros, e eu admiro quem trabalha em profundidade, o que não é o caso de José Sócrates, também era o que faltava, é engenheiro mas não é de minas), não se ponham aí com leviandades que vos impeçam de prever que, às tantas, vamos levar na quarta-feira uma tareia premonitória daqueloutra que pode vir a acontecer-nos em Curral de Moinas, ou em Paços de Ferreira, ou lá onde vamos levar a passear o Veloso e o nosso patrono, no domingo que vem.
Muito cuidado com isto.
Ainda por cima há mais dois soviéticos bons, lá: o Marcelo Moreno e o Willian (na página oficial do Waxtap está assim, "Willlian").

Posted by besugo on segunda-feira, 20 de outubro de 2008 at 23:38

O FCP já jogou com o Shaktiar na Taça das Taças? De certeza?!

Fora isso, este post foi uma faena completa!

O maradona tem de se começar a esforçar + um bocadinho... (Se S/Exa. estiver p'raí virado, é claro)

Vão-se foder. Quem é que consegue ler esta merda desta letra?
Voces trabalham mas é para a multiópticas. E á comissão.
Só cpublico este comentário porque as letras rídiculas de verificação ali em baixo estão a verde. Caso contrário mandava...etc

ó Dinis, rapaz, em qualquer browser, ou lá como é que essa merda se chama, podes aumentar o tamanho da letra.

Diniosío, o Poeta

Como vê " sem espinhas". Liedson resolve.

Só para esclarecer que o Karl Zeiss Jena era da RDA e não da Hungria. Sim, eu sei que da Alemanha para lá é tudo soviético, mas afinal a RDA ainda era Alemanha caralho.

o que eu me ri com isto..

Enviar um comentário